Apresentação

A ideia da criação do Banco da União S.A na Guiné-Bissau foi uma iniciativa dos actores institucionais Sub-Regionais que data do ano 2004, que com o apoio da CRRAE (Caixa de Reforma por Repartição dos Agentes do Enquadramento UMOA) desejaram pôr a disposição fundos para criar um estabelecimento bancário moderno capaz de responder às necessidades legítimas dos particulares e empresas na Guiné-Bissau.

Capital Social

O capital social de 10.000.000.000 (dez biliões de FCFA) da nossa instituição foi totalmente subscrito e integralizado.

Accionistas

Os accionistas são principalmente Instituições credíveis e fiáveis da sub-região a saber:

• A BDM-S.A (Banco do desenvolvimento do Mali) com 85% das ações;
• A CRRAE (Caixa de Reforma por Repartição dos Agentes do Enquadramento UMOA) 12% das ações
• A FUNDEI (Fundação Guineense para o Desenvolvimento Empresarial Industrial ) criado pelo Governo sueco em apoio à Guiné-Bissau, com 2% das ações;
• E a SOAGA (Sociedade Oeste Africana de Gestão de Activos) com 1% das ações